EPQ-R

Versão portuguesa:

Questionário de Personalidade de Eysenck –Forma Revista (EPQ-R)

Pedro Armelim Almiro & Mário R. Simões (2013)

Versão original:

Eysenck Personality Questionnaire – Revised (EPQ-R)

Sybil B. Eysenck, Hans J. Eysenck, & Paul T. Barrett (1985)

Enquadramento

O EPQ-R baseia-se no denominado Modelo P-E-N (ou Big Three) de H. Eysenck. A personalidade é uma organização mais ou menos estável e perdurável do “carácter”, do “temperamento” e dos “aspetos intelectuais” e “físicos” de um sujeito, que determina o seu ajustamento único ao meio ambiente. A dimensão Neuroticismo organiza-se num continuum entre a personalidade neurótica (ou emocionalmente instável) (sujeitos ansiosos, deprimidos, temperamentais) e a personalidade estável (sujeitos serenos, controlados, bem dispostos). A dimensão Extroversão organiza-se num continuum entre a personalidade extrovertida (sujeitos sociáveis, ativos, espontâneos) e a personalidade introvertida (sujeitos introspetivos, discretos, socialmente inibidos). A dimensão Psicoticismo organiza-se num continuum entre psicopatologia (sujeitos agressivos, desajustados, pouco empáticos) e personalidade ajustada (sujeitos empáticos, convencionais, com controlo dos impulsos). A escala L (Mentira/Desejabilidade Social) funciona como uma escala de validade, que mede o nível de desejabilidade social no sujeito que responde ao questionário (presença/ausência de respostas socialmente desejáveis).

Descrição

Domínio de avaliação: Personalidade.
Tipo de instrumento: Questionário de autorresposta.
Número de itens: 70 itens, resposta dicotómica (Sim/Não).
Aplicação: Individual ou coletiva, 10-15 minutos.
População: A partir dos 16 anos (adolescentes, adultos e idosos).

Dimensões

O EPQ-R examina as três dimensões fundamentais da personalidade: Psicoticismo (P), Extroversão (E) e Neuroticismo (N). Este questionário contém uma escala de Mentira/Desejabilidade Social (L).

Estudos

A versão portuguesa do EPQ-R possui estudos na comunidade (estudo normativo) e nos contextos clínicos e forenses (estudos de validação).

Investigações futuras

A versão portuguesa do EPQ-R pode ser cedida exclusivamente para fins de investigação. Há disponibilidade do PsyAssessmentLab© para colaborar de forma ativa em projetos de investigação centrados neste instrumento ou em estudos que incluam a sua utilização nos contextos de avaliação clínicos, forenses ou outros.

Financiamento

O estudo do EPQ-R teve início em 2007 e foi desenvolvido com o apoio de uma Bolsa de Doutoramento concedida pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) [SFRH/BD/37970/2007] ao primeiro autor.

Contactos

Pedro Armelim Almiro (psi.armelim22@yahoo.com)
Mário R. Simões (simoesmr@fpce.uc.pt)

Bibliografia fundamental

  1. Almiro, P.A. (2013). Adaptação, validação e aferição do EPQ-R para a população portuguesa: Estudos em contextos clínico, forense e na comunidade. Dissertação de Doutoramento, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, Coimbra.
  2. Almiro, P.A., & Simões, M.R. (2013). Manual da versão Portuguesa do Questionário de Personalidade de Eysenck – Forma Revista (EPQ-R). Coimbra: Laboratório de Avaliação Psicológica e Psicometria.
  3. Almiro, P.A., & Simões, M.R. (2014). Questionário de Personalidade de Eysenck – Forma Revista (EPQ-R). In L.S. Almeida, M.R. Simões, & M.M. Gonçalves (Eds.), Instrumentos e contextos de avaliação psicológica – Vol. II (pp.211-229). Coimbra: Edições Almedina. ISBN: 978-972-40-5297-7.
  4. Almiro, P.A., & Simões, M.R. (2015). Estudo da versão portuguesa do EPQ-R: Uma aplicação do Modelo de Rasch. In H.F. Golino, C.M.A. Gomes, A.A.N. Ribeiro, & G. Coelho (Eds.), Psicometria contemporânea: Compreendendo os Modelos Rasch (pp.241-281). São Paulo: Editora Casa do Psicólogo/Pearson. ISBN: 978-85-8040-598-9.
  5. Almiro, P.A., Marques-Costa, C., & Simões, M.R. (2015). Questionário de Personalidade de Eysenck – Forma Revista (EPQ-R). In M.R. Simões, I. Santana, & Grupo de Estudos de Envelhecimento Cerebral e Demência (Eds.), Escalas e testes na demência (3ª ed., pp.206-213). Porto Salvo: Novartis. ISBN: 978-989-20-5611-1.
  6. Almiro, P.A., Moura, O., & Simões, M.R. (2016). Psychometric properties of the European Portuguese version of the Eysenck Personality Questionnaire – Revised (EPQ-R). Personality and Individual Differences, 88, 88-93. doi:10.1016/j.paid.2015.08.050
  7. Eysenck, H.J., & Eysenck, M.W. (1985). Personality and individual differences: A natural science approach. New York: Plenum Press.
  8. Eysenck, S.B., Eysenck, H.J., & Barrett, P.T. (1985). A revised version of the Psychoticism scale. Personality and Individual Differences, 6, 21-29.